terça-feira, 29 de março de 2011

Big Brother Brasil

         O que faz uma pessoa perder horas na frente de uma televisão vendo outras ficar sem fazer nada ? Pois é isso mesmo que acontece com várias pessoas,telespectadores do BBB.Um progama onde a futilitade está direto no ar .
        Lemos um texto em sala de aula onde o escritor é contra de esse programa . Ele comenta que assistir ao BBB é querer a morte da cultura, ética, moral,se pensarmos por esse lado realmente o que ele comenta é verdade !
      Tivemos um debate na sala bem real,onde grupos colocaram suas idéias,e pudemos perceber que apesar de assistirem ao programa,concordam que de bom não dá para se tirar nada do Big Brother Brasil .

domingo, 13 de março de 2011

Porta -Fólio

        Foi um trabalho onde deixei a minha imaginação invadir a minha mente,conheci um pouco da vida de um colega que não era tão próximo,e hoje depois desse trabalho,passamos a conversar mais !            
        Rabiscamos, erramos,rimos de fotos engraçadas um dos outros,nos encontramos em fotos de colegas em tempos distantes,percebemos que o tempo muda todos,o amadurecimento físico e intelectual vai marcando a todos hoje e sempre .
        Espero que a forma que desenvolvi o trabalho sobre a vida do meu colega agrade-o,tanto os desenhos quanto as fotos,as maneira que descrevi os detalhes sobre sua vida.

Porta- Fólio


            Fiz meu trabalho com meu colega Bruno Matorizen !   

2011


Tio,primos lindos <3 Janeiro 2011

2011 *-*

Talvez eu não fale com as mesmas pessoas, não confie nos mesmos amigos, não irei mais aos mesmos lugares que ia hoje,talvez mude de casa, talvez pense em um outro alguém, todo ano é cheio de mudanças boas e ruins, todo ano você conhece novas pessoas enquanto outras saem de sua vida, todo ano você ganha uma mania diferente, resumindo todo ano você muda independente de querer ou não, você cresce, amadurece, tem outros planos e idéias, continua tendo uma personalidade única, muda por fora também, tudo muda com o tempo, a vida é cheia de mudanças e querendo ou não temos que aceitá-las, e elas nem sempre vão agradar á todos.